Grupo de centro-direita se compromete a lutar contra Cuba, Venezuela e Nicarágua em declaração histórica Grupo de centro-direita se compromete a lutar contra Cuba, Venezuela e Nicarágua em declaração histórica Grupo de centro-direita se compromete a lutar contra Cuba, Venezuela e Nicarágua em declaração histórica Pular para o conteúdo principal

Grupo de centro-direita se compromete a lutar contra Cuba, Venezuela e Nicarágua em declaração histórica


 Neste sábado, 23, em Buenos Aires, Argentina, os líderes do grupo Liberdade e Democracia, que reúne políticos de centro-direita, assinaram uma declaração em que se comprometem a “lutar” contra as ditaduras na América Latina, “como Cuba, Venezuela e Nicarágua”. Poderiam começar também a olhar pelo Brasil.

O fórum contou com a participação de vários ex-presidentes ibero-americanos, presencialmente e online. Entre eles, o argentino Mauricio Macri, o chileno Sebastián Piñera, o colombiano Iván Duque, o boliviano Jorge Quiroga, os espanhóis, José María Aznar e Mariano Rajoy, os mexicanos Felipe Calderón e Vicente Fox e os costarriquenhos Rafael Ángel Calderón e Miguel Ángel Rodríguez.

O grupo, fundado em março deste ano e que realizou seu segundo fórum na capital argentina, expressou seu “firme compromisso com as sociedades livres e o regime democrático de governo” e afirmou que está “preocupado com o avanço do populismo” na região.

"Com essa convicção, nosso grupo assume a missão de lutar contra as ditaduras que ainda persistem na América Latina e no Caribe, como Cuba, Venezuela e Nicarágua, e de assegurar que os culpados por graves violações dos direitos humanos contra seus habitantes sejam julgados com todo o rigor da lei" diz o documento, assinado por vários ex-presidentes latino-americanos.

Os signatários da declaração denunciaram a “perseguição judicial” contra a ex-presidente boliviana Jeanine Áñez, e o governador de Santa Cruz (Bolívia), Luis Fernando Camacho, e rejeitaram “categoricamente” a inabilitação da candidata presidencial da oposição venezuelana María Corina Machado, “bem como qualquer tentativa de impedir eleições livres e democráticas” na Venezuela.

Além disso, os participantes do encontro que ocorreu entre sexta e sábado, em Buenos Aires, manifestaram sua “total solidariedade ao povo da Ucrânia, vítima de um autocrata criminoso, que, por meio de uma invasão, colocou em risco a paz mundial como nunca desde o fim da Guerra Fria”.

"Ninguém que realmente crê na democracia pode se declarar neutro ou permanecer indiferente aos abusos, violações dos direitos humanos e ambições imperiais de Vladimir Putin" alerta a declaração.

Os signatários condenaram também “a expansão do tráfico transnacional de drogas na Ibero-América e especialmente na América Latina e no Caribe, que se infiltra nos poderes públicos, corrompendo juízes, políticos e forças de segurança”, e que “constitui uma grave ameaça à liberdade e à democracia”.

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n

Thiago Pavinatto se pronuncia após saída da Jovem Pan

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22) . A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Em alguns posts nas redes o apresentador comentou o seguinte: "Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. Eu jamais, JAMAIS, pediria desculpas por me revoltar contra um desembargador que inocentou um pedófilo septuagenário argumentando que a criança estuprada era prostituta e drogada. Não fui demitido: disse, com paz de espírito, que preferia perder o contrato a perder a decência. Essa é a versão oficial da minha saída da Jovem Pan. — Pavinatto (@Pavinatto) August 23, 2023

Herói sem capa: Policial enfrenta sozinho trio de criminosos que mantinham família refém e salva todos, (Veja o Vídeo)

Imagens de câmera de monitoramento mostram o momento em que um brigadiano sozinho salva um casal e uma criança feitos reféns durante assalto na noite de terça-feira (1º) em Estância Velha.  O confronto aconteceu uma agropecuária na Rua Walter Klein, no bairro Bela Vista. Nas cenas, o policial militar aparece armado em uma área externa da agropecuária. Em seguida, dois criminosos saem segurando as vítimas, que são seguidas por um cordeiro. "Foi uma situação inédita para mim", diz policial que salvou família refém de assalto em agropecuária de Estância Velha Criminoso que morreu após ser baleado durante assalto com reféns em Estância Velha usava tornozeleira eletrônica No momento em que os criminosos se aproximam de um carro estacionado em frente ao local, o policial se distancia em meio à rua. Os criminosos tentam embarcar com os reféns, mas o agente dispara um tiro em direção ao carro. O delegado de Estância Velha, Rafael Sauthier, explica que uma policial teria chegado