Gosta do horário de verão, leia e entenda se ele volta em 2023 Gosta do horário de verão, leia e entenda se ele volta em 2023 Gosta do horário de verão, leia e entenda se ele volta em 2023 Pular para o conteúdo principal

Gosta do horário de verão, leia e entenda se ele volta em 2023



O Ministério de Minas e Energia divulgou nesta semana uma análise técnica que concluiu pela não retomada do horário de verão em 2023, uma medida que havia sido suspensa em 2019. Esta decisão se baseou em diversos fatores que demonstram a força do sistema energético nacional.

A análise avaliou detalhadamente a situação dos reservatórios e a disponibilidade das fontes renováveis de energia no país, chegando à conclusão de que elas são mais do que suficientes para atender à demanda da população brasileira.

Um dos aspectos levados em consideração foi a mudança no comportamento de consumo de energia ao longo dos últimos anos. O avanço tecnológico e a maior consciência em relação ao uso eficiente de eletricidade resultaram em um cenário onde o horário de verão já não se mostra tão eficaz quanto costumava ser.

Os níveis dos reservatórios das hidrelétricas, que são uma das principais fontes de geração de energia no Brasil, também foram analisados. Segundo o Operador Nacional do Setor Elétrico (ONS), a expectativa é de que eles permaneçam acima de 70% nas regiões Sudeste, Centro-Oeste, Nordeste e Norte até o final do mês, o que reforça a segurança energética do país.
Apesar da análise, a decisão final não cabe ao Ministério de Minas e Energia.


Horário de Verão

O horário de verão, que nasceu em 1931 e passou a ser adotado regularmente a partir de 1985, tinha como objetivo aproveitar a iluminação natural durante o verão, visando à economia de energia elétrica e à redução do risco de apagões.

No entanto, em 2019, durante o governo de Jair Bolsonaro (PL-RJ), a medida foi suspensa com base em mudanças no padrão de consumo de energia e nos avanços tecnológicos que alteraram o perfil de demanda.

Mesmo durante a crise hídrica de 2021, quando se considerou a retomada do horário de verão, a suspensão prevaleceu.

FONTE: Terra Brasil Notícias

VOCÊ PODE NOS AJUDAR COM DOAÇÕES DE QUALQUER VALOR ATRAVÉS DO PIX:EMAIL:JORNALDADIREITAONLINE@OUTLOOK.COM

Postagens mais visitadas deste blog

Gigante atacadista fechará suas últimas 24 lojas e encerrará suas atividades no Brasil

A rede atacadista Makro encerrará suas atividades no Brasil, fechando as últimas 24 lojas ainda em atividade no país. Foram 50 anos de história em solo brasileiro, ultrapassando a marca de 50 lojas espalhadas por vários estados. Nos últimos anos, a empresa repassou 30 lojas para o Atacadão, captando R$ 1,95 bilhão com a venda. Agora, a empresa contratou o Santander para encontrar um comprador para as lojas remanescentes e espera obter R$ 2 bilhões, de acordo com o Estadão. A rede Makro é administrada pelo grupo holandês SHV que desistiu de competir com outras redes atacadistas disponíveis no Brasil. Além desta razão, segundo a reportagem, é que a matriz já deixou de atuar como varejista na Europa há mais de 20 anos e também está encerrando suas lojas na Ásia e na África. Pleno News

Homem interrompe Globo ao vivo em velório de crianças em Blumenau: “Sangue do meu sobrinho está nas mãos de vocês, vagabundos”; ASSISTA AO VÍDEO

O velório das quatro crianças que morreram no ataque à creche em Blumenau ocorre ao longo desta quinta-feira (6), na cidade catarinense.  Durante uma entrada ao vivo do repórter Felipe Sales na TV Globo em frente ao cemitério, um homem interrompeu a transmissão. “O sangue do meu sobrinho está nas mãos de vocês, seus vagabundos”, disse, batendo palmas ao lado do repórter. Homem interrompe Globo ao vivo em velório de crianças em Blumenau e dispara: ‘Sangue do meu sobrinho está nas mãos de vocês’ #GloboLixo pic.twitter.com/xfW7xnxPWl — SAM - The Detective of ZV 🕵🏻‍♂️ (@Samhds2) April 6, 2023

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n