Apesar da Imprensa Nacional Ovacionar Lula, Imprensa Internacional o Ignora Veementemente Apesar da Imprensa Nacional Ovacionar Lula, Imprensa Internacional o Ignora Veementemente Apesar da Imprensa Nacional Ovacionar Lula, Imprensa Internacional o Ignora Veementemente Pular para o conteúdo principal

Apesar da Imprensa Nacional Ovacionar Lula, Imprensa Internacional o Ignora Veementemente




Destaque na mídia brasileira, o discurso do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na abertura da 78ª Assembleia Geral da ONU (Organização das Nações Unidas), na 3ª feira (19.set.2023), foi praticamente ignorado pelos principais veículos jornalísticos nos EUA e na Europa.

Os jornais de países desenvolvidos preferiram destacar a forte condenação feita à Rússia pelo presidente norte-americano, Joe Biden. Também teve grande exposição a fala do líder da Ucrânia, Volodymyr Zelensky.

Lula fez um discurso em que novamente evitou condenar a Rússia pela invasão da Ucrânia em fevereiro de 2022. Falou sobre a necessidade de construir a paz, tratando todos os envolvidos no conflito de maneira respeitosa.

O brasileiro também voltou a falar sobre a necessidade reformar a governança da Organização das Nações Unidas, com uma ampliação do número de integrantes do Conselho de Segurança —hoje composto apenas por EUA, Rússia, França, Reino Unido e China, todos com poder de veto. Nenhum desses temas foi destaque na mídia internacional. 

Eis o que publicaram os principais jornais:

El País (Espanha) – jornal espanhol não traz menção a Lula ou ao Brasil.

Le Figaro (França) – menção a Lula e ao Brasil só na parte final do texto, mas nada sobre o discurso de Lula na ONU.


The Guardian (Reino Unido) – há zero menção a Lula ou ao Brasil.


The Wall Street Journal (EUA) – zero menção a Lula ou ao Brasil. A publicação destaca a ausência de muitos líderes –cita China, França, Índia, Rússia e Reino Unido.


The Washington Post (EUA) – menciona Lula no meio do texto para dizer que o secretário-geral da ONU, António Guterres, tenta persuadir o brasileiro a mudar de posição com relação à guerra na Ucrânia. A publicação ressalta que Lula adotou uma posição neutra sobre o assunto em seu discurso. No final do texto, o jornal diz que Lula e Biden se encontrarão nesta 4ª feira (20.set).


Financial Times (Reino Unido) – a capa da versão edição internacional do jornal menciona apenas os discursos de Biden e Zelensky, sem falar de Lula ou do Brasil. No texto publicado em seu site, o jornal cita o Brasil apenas para dizer que os EUA lançaram uma iniciativa de cooperação.


The New York Times (EUA) – menciona Lula na parte final do texto publicado no site e que integra a edição impressa, apenas para dizer que Lula e Biden terão um encontro nesta 4ª feira (20.set).


Le Monde (França) – apesar de citar o “Sul Global”, não há nenhuma menção a Lula ou ao Brasil na capa do jornal; o mesmo ocorre no texto sobre o assunto publicado no site da publicação.


Corriere della Sera (Itália) – menciona o Brasil como um dos países que não tomaram posição na guerra da Ucrânia e diz que o assessor especial da Presidência para assuntos internacionais, Celso Amorim, minimizou o peso do encontro de Lula com Zelensky.


FONTE: Poder 360
VOCÊ PODE NOS AJUDAR COM DOAÇÕES DE QUALQUER VALOR ATRAVÉS DO PIX:EMAIL:JORNALDADIREITAONLINE@OUTLOOK.COM

Postagens mais visitadas deste blog

Gigante atacadista fechará suas últimas 24 lojas e encerrará suas atividades no Brasil

A rede atacadista Makro encerrará suas atividades no Brasil, fechando as últimas 24 lojas ainda em atividade no país. Foram 50 anos de história em solo brasileiro, ultrapassando a marca de 50 lojas espalhadas por vários estados. Nos últimos anos, a empresa repassou 30 lojas para o Atacadão, captando R$ 1,95 bilhão com a venda. Agora, a empresa contratou o Santander para encontrar um comprador para as lojas remanescentes e espera obter R$ 2 bilhões, de acordo com o Estadão. A rede Makro é administrada pelo grupo holandês SHV que desistiu de competir com outras redes atacadistas disponíveis no Brasil. Além desta razão, segundo a reportagem, é que a matriz já deixou de atuar como varejista na Europa há mais de 20 anos e também está encerrando suas lojas na Ásia e na África. Pleno News

Homem interrompe Globo ao vivo em velório de crianças em Blumenau: “Sangue do meu sobrinho está nas mãos de vocês, vagabundos”; ASSISTA AO VÍDEO

O velório das quatro crianças que morreram no ataque à creche em Blumenau ocorre ao longo desta quinta-feira (6), na cidade catarinense.  Durante uma entrada ao vivo do repórter Felipe Sales na TV Globo em frente ao cemitério, um homem interrompeu a transmissão. “O sangue do meu sobrinho está nas mãos de vocês, seus vagabundos”, disse, batendo palmas ao lado do repórter. Homem interrompe Globo ao vivo em velório de crianças em Blumenau e dispara: ‘Sangue do meu sobrinho está nas mãos de vocês’ #GloboLixo pic.twitter.com/xfW7xnxPWl — SAM - The Detective of ZV 🕵🏻‍♂️ (@Samhds2) April 6, 2023

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n