Aérea low cost vai operar no Brasil e promete passagem 50% mais barata Aérea low cost vai operar no Brasil e promete passagem 50% mais barata Aérea low cost vai operar no Brasil e promete passagem 50% mais barata Pular para o conteúdo principal

Aérea low cost vai operar no Brasil e promete passagem 50% mais barata



A companhia aérea Arajet, fundada pós-pandemia com o intuito de serlow cost, começará a operar no Brasil a partir de 21 de setembro, conectando o aeroporto de, Guarulhos a São Domingos e Punta Cana, na República Dominicana.

Apesar de cobrar as bagagens de mão, ela tem como promessa vender passagens com valores até 50% mais baratos comparados aos valores das concorrentes.

Com apenas um ano de operação, a companhia já contempla 22 destinos em 15 países nas Américas, do Chile e Argentina ao Canadá. Além disso, a frota é formada por Boeings 737-8 Max, já obtendo dez em operação e um pedido de mais 35 ao fabricante.

Os passageiros

Segundo o CEO da Arajet, Víctor Pacheco Méndez, estima-se que 50% da demanda virá de turistas brasileiros, com o interesse de viajar ao Caribe. “Quem tiver como destino as praias de Punta Cana ou Bávaro pode reservar no mesmo bilhete um assento em um ônibus exclusivo que sai do aeroporto”.

Já a outra metade dos passageiros, estima-se que as conexões sejam feitas para outros oito destinos, incluindo a Cidade do México e Toronto.

Dessa forma, estima-se que 70% da demanda dos voos de Guarulhos sejam de brasileiros e 30% da América Central.

Para um plano futuro, devem ser oferecidas conexões para Miami e Orlando, abrindo, assim, a opção de passagens mais baratas a brasileiros que desejem ir para Disney ou visitar a Flórida.

Méndez também disse que está interessado na demanda de 2,2 milhões de pessoas de origem dominicana que vivem nos EUA, além de ter iniciado pedidos juntos às autoridades dos EUA, para adicionar mais 17 destinos do país à companhia.

Como fundos de investimento, a empresa possui a Griffin Global Asset Management e aprivate equity americana Bain Capital, na qual também investe nas companhias Virgin Australia e a Icelandair.

Como irá funcionar no Brasil?

A Arajet tem como plano inicial realizar três voos diários, no qual poderão ser ampliados dependendo da frequência da demanda. Ao que se sabe até o momento, serão três categorias de tarifa, nas quais incluem as taxas de embarque, ida e volta, por valores a partir de US$ 509,30.

Para o despache de bagagem, o valor será de US$ 100, enquanto para as bagagens de mão, variam conforme a antecedência da compra, podendo custar de US$ 50 a US$ 80.

A cobrança pela mala de mão faz com que as pessoas despachem tudo de uma vez só, sem a necessidade de pagar novamente e assim, agilizando o embarque e desembarque, segundo Méndez. Além disso, o serviço de bordo também será cobrado.

O CEO ainda afirmou que os voos para Rio, Galeão, não estão fora de cogitação. A ideia é começar pelo aeroporto de Guarulhos, e depois expandir. “Estamos só começando”, diz. 

FONTE: O Globo



A companhia aérea Arajet, fundada pós-pandemia com o intuito de serlow cost, começará a operar no Brasil a partir de 21 de setembro, conectando o aeroporto de, Guarulhos a São Domingos e Punta Cana, na República Dominicana.

Apesar de cobrar as bagagens de mão, ela tem como promessa vender passagens com valores até 50% mais baratos comparados aos valores das concorrentes.

Com apenas um ano de operação, a companhia já contempla 22 destinos em 15 países nas Américas, do Chile e Argentina ao Canadá. Além disso, a frota é formada por Boeings 737-8 Max, já obtendo dez em operação e um pedido de mais 35 ao fabricante.

Os passageiros

Segundo o CEO da Arajet, Víctor Pacheco Méndez, estima-se que 50% da demanda virá de turistas brasileiros, com o interesse de viajar ao Caribe. “Quem tiver como destino as praias de Punta Cana ou Bávaro pode reservar no mesmo bilhete um assento em um ônibus exclusivo que sai do aeroporto”.

Já a outra metade dos passageiros, estima-se que as conexões sejam feitas para outros oito destinos, incluindo a Cidade do México e Toronto.

Dessa forma, estima-se que 70% da demanda dos voos de Guarulhos sejam de brasileiros e 30% da América Central.

Para um plano futuro, devem ser oferecidas conexões para Miami e Orlando, abrindo, assim, a opção de passagens mais baratas a brasileiros que desejem ir para Disney ou visitar a Flórida.

Méndez também disse que está interessado na demanda de 2,2 milhões de pessoas de origem dominicana que vivem nos EUA, além de ter iniciado pedidos juntos às autoridades dos EUA, para adicionar mais 17 destinos do país à companhia.

Como fundos de investimento, a empresa possui a Griffin Global Asset Management e aprivate equity americana Bain Capital, na qual também investe nas companhias Virgin Australia e a Icelandair.

Como irá funcionar no Brasil?

A Arajet tem como plano inicial realizar três voos diários, no qual poderão ser ampliados dependendo da frequência da demanda. Ao que se sabe até o momento, serão três categorias de tarifa, nas quais incluem as taxas de embarque, ida e volta, por valores a partir de US$ 509,30.

Para o despache de bagagem, o valor será de US$ 100, enquanto para as bagagens de mão, variam conforme a antecedência da compra, podendo custar de US$ 50 a US$ 80.

A cobrança pela mala de mão faz com que as pessoas despachem tudo de uma vez só, sem a necessidade de pagar novamente e assim, agilizando o embarque e desembarque, segundo Méndez. Além disso, o serviço de bordo também será cobrado.

O CEO ainda afirmou que os voos para Rio, Galeão, não estão fora de cogitação. A ideia é começar pelo aeroporto de Guarulhos, e depois expandir. “Estamos só começando”, diz. 

FONTE: O Globo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gigante atacadista fechará suas últimas 24 lojas e encerrará suas atividades no Brasil

A rede atacadista Makro encerrará suas atividades no Brasil, fechando as últimas 24 lojas ainda em atividade no país. Foram 50 anos de história em solo brasileiro, ultrapassando a marca de 50 lojas espalhadas por vários estados. Nos últimos anos, a empresa repassou 30 lojas para o Atacadão, captando R$ 1,95 bilhão com a venda. Agora, a empresa contratou o Santander para encontrar um comprador para as lojas remanescentes e espera obter R$ 2 bilhões, de acordo com o Estadão. A rede Makro é administrada pelo grupo holandês SHV que desistiu de competir com outras redes atacadistas disponíveis no Brasil. Além desta razão, segundo a reportagem, é que a matriz já deixou de atuar como varejista na Europa há mais de 20 anos e também está encerrando suas lojas na Ásia e na África. Pleno News

Homem interrompe Globo ao vivo em velório de crianças em Blumenau: “Sangue do meu sobrinho está nas mãos de vocês, vagabundos”; ASSISTA AO VÍDEO

O velório das quatro crianças que morreram no ataque à creche em Blumenau ocorre ao longo desta quinta-feira (6), na cidade catarinense.  Durante uma entrada ao vivo do repórter Felipe Sales na TV Globo em frente ao cemitério, um homem interrompeu a transmissão. “O sangue do meu sobrinho está nas mãos de vocês, seus vagabundos”, disse, batendo palmas ao lado do repórter. Homem interrompe Globo ao vivo em velório de crianças em Blumenau e dispara: ‘Sangue do meu sobrinho está nas mãos de vocês’ #GloboLixo pic.twitter.com/xfW7xnxPWl — SAM - The Detective of ZV 🕵🏻‍♂️ (@Samhds2) April 6, 2023

Jovem Pan baixa a cabeça e demite Thiago Pavinatto, (Veja o Vídeo)

O apresentador Tiago Pavinatto, do programa Linha de Frente e Os Pingos nos Is, foi demitido da Jovem Pan nesta terça-feira (22). A demissão ocorreu após o advogado e comentarista político se recusar a pedir desculpas a um desembargador que foi chamado por ele de “vagabundo tarado”. Nesta segunda (21), Pavinatto comentou a decisão do desembargador Airton Vieira, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), de ter inocentado um acusado de estupro contra uma menina de 13 anos. Exaltado com a notícia, Pavinatto ofendeu o magistrado e, mesmo a emissora pedindo para que ele se desculpasse, o profissional se negou. – A direção da casa está pedindo uma retratação ao desembargador Airton Vieira e eu não vou fazer. E eu deixo claro aqui: eu não vou fazer uma retratação para uma pessoa que ganha dinheiro público, livra um pedófilo, e ainda chama a vítima, de 13 anos de idade, de vagabunda – declarou. E continuou: – Eu me nego a fazer. Estou sendo cobrado insistentemente a me retratar. Eu n