Desesperado, Alcolumbre chega ao fim do poço e deve renunciar para não ser cassado
Caso queira nos ajudar a manter nosso site faça uma doação diretamente, através do PayPal, clique no botão abaixo ou através do PIX EMAIL: pordentrodapolitica2022@gmail.com

Desesperado, Alcolumbre chega ao fim do poço e deve renunciar para não ser cassado


Acusado de embolsar mais de 90% dos salários de seis ex-funcionárias do seu gabinete, que nomeava prometendo pagar R$14 mil e lhes entregava R$1.350, embolsando o restante, o senador Davi Alcolumbre, ex-presidente do Senado, tem sido aconselhado a renunciar ao mandato, segundo revelou um aliado. 

A renúncia evitaria a vergonha da cassação e de ficar inelegível até 2030. Não é a primeira denúncia que o envolve.

No início do mês, Alcolumbre foi alvo de múltiplas acusações de nepotismo cruzado, rachadinha e desvio de dinheiro público de salários.

A revista Veja relatou que as seis ex-funcionárias, vítimas da rachadinha de Alcolumbre, foram recrutadas na periferia pobre de Brasília.

O próprio Alcolumbre negociava a safadeza: “O senador me disse assim: ‘eu te ajudo e você me ajuda'”, contou Marina, uma das vítimas, à revista.


*Diário do Poder

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem