Tentando Lacrar, deputados de esquerda prometem ‘resposta’ no plenário ao desfile de tanques
Caso queira nos ajudar a manter nosso site faça uma doação diretamente, através do PayPal, clique no botão abaixo

Tentando Lacrar, deputados de esquerda prometem ‘resposta’ no plenário ao desfile de tanques


Nesta terça-feira (10), parlamentares de diversos partidos uniram-se em um ato classificado por eles como em “defesa da democracia”. O ato fora em repúdio ao desfile de blindados na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. 

Como resposta, a oposição na Câmara prometeu “derrotar” em plenário, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC), que será votada ainda nesta terça-feira.

– Estamos unidos para defender a democracia e as Forças Armadas como instituição que não pertencem a governo nenhum, mas ao Brasil. A gente gostaria de estar tratando de temas urgentes para o país como a compra de vacinas, o auxílio emergencial, o emprego, mas estamos aqui tendo que defender a nossa democracia. Temos que defender a imprensa livre, o judiciário – disse líder do PSB, Danilo Cabral.

Com blindados ou sem blindados, Bolsonaro será derrotado – ironizou o presidente nacional do Solidariedade, Paulinho da Força (SP).

Os parlamentares chegaram ao Salão Nobre da Câmara com cartazes escritos “democracia”.

– Esse ato serve para mostrar que a Câmara não aceita ameaça, chantagem e intimidações. Não aceitamos a desculpa que houve coincidência pela realização desse desfile militar. A melhor resposta é derrotar o voto impresso com larga vantagem – disse o líder da Oposição, Alessandro Molon (PSB-RJ).

O deputado Marcelo Freixo (PSB-RJ), também enfatizou a “vingança” no plenário.

– A melhor resposta será hoje dentro do plenário da Câmara derrotando o voto impresso, que é um projeto de sociedade miliciana que Bolsonaro representa – declarou líder da Minoria na Câmara.

*Pleno News

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem