Fundo do poço: Artigo do UOL declara “fascínio” pela traficante Sandra Sapatão
Caso queira nos ajudar a manter nosso site faça uma doação diretamente, através do PayPal, clique no botão abaixo

Fundo do poço: Artigo do UOL declara “fascínio” pela traficante Sandra Sapatão



Uma coluna do portal Universa, plataforma que faz parte do UOL, causou polêmica nesta segunda-feira (24) por conta de seu conteúdo, no mínimo, controverso. No curto texto intitulado “Por que estou fascinada por Sandra Sapatão”, a colunista Ana Angélica Marques, que é ex-BBB, parece comemorar o fato da traficante ser, possivelmente, lésbica e ter “posto de destaque no crime”.

Ao longo de seu artigo, Angélica faz uma estranha acusação de racismo estrutural que teria sido praticada pela sociedade contra Sandra pelo fato de, segundo a colunista, a traficante ter sido “apagada como indivíduo” e poucas informações sobre ela constarem na internet.


Para “corroborar” seu argumento, a colunista faz um contraponto de Sandra com Suzane Richthofen, condenada pelo assassinato dos próprios pais, e de quem, segundo Angélica, “há notícias detalhadas de todos os aspectos de sua vida, tanto pregressa quanto atual”.

– Suzane é branca, nasceu em uma família rica e morava no Campo Belo, zona sul de São Paulo. Sandra é uma mulher negra do Jacarezinho, uma favela do Rio, onde as pessoas são invisibilizadas, desumanizadas e marginalizadas – justifica a colunista para defender seu argumento.


Por fim, Angélica encerra o texto dizendo que o quesito avaliado por ela para comparar as duas mulheres criminosas não é “o grau de periculosidade — ou de amabilidade” das duas, “mas a forma como elas são vistas, tratadas e julgadas pela sociedade”.

Nos comentários e nas redes sociais, a publicação foi duramente criticada pelos internautas. Alguns leitores classificaram o artigo com termos como “ridículo” e “espaço da lacração”, outros ainda disseram que o site “chegou no fundo do poço” com o texto.

1 Comentários

  1. JORNALISTAZÍNHA DESCONHECIDA E IRRELEVANTE QUERENDO MÍDIA , PESSOA ABAIXO DA CRÍTICA, SEM O MENOR SENSO MORAL , MENTE DESCONSTRUÍDA COMO A MAIOR PARTE DOS JORNALISTAS NA CONTEMPORANIEDADE , ALIS QUASE TODOS DA ÁREA DAS HUMANAS. IGNOBILIDADE TOTAL, QUE PENA , JUVENTUDE Perda Total

    ResponderExcluir
Postagem Anterior Próxima Postagem