“Se não fosse a pandemia, estaríamos voando”
Caso queira nos ajudar a manter nosso site faça uma doação diretamente, através do PayPal, clique no botão abaixo

“Se não fosse a pandemia, estaríamos voando”




O presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta segunda-feira (22), que a economia brasileira “estaria voando se não fosse a pandemia” da Covid-19. A declaração foi feita no Palácio do Planalto, durante cerimônia que chancelou a lei que classifica a visão monocular como uma deficiência visual e após assinatura da regulamentação do novo Fundeb.

– Nosso PIB encolheu. Menos que nós, apenas Estados Unidos, China e Coreia do Sul. O resto todos os países encolheram mais do que nós, entre eles, Inglaterra, França, Itália. 

A economia vai indo mal, apesar da pandemia, se não fosse a pandemia estaríamos voando. O Brasil tem feito a sua parte, tendo à frente o ministro Paulo Guedes – destacou Bolsonaro.

O presidente também celebrou a arrecadação recorde de impostos e contribuições federais para o mês de fevereiro, cuja soma chegou a R$ 127,747 bilhões. Trata-se do melhor resultado para o mês desde que foi iniciada a série histórica da Receita Federal.

– Saiu agora há pouco a arrecadação de fevereiro, R$ 127 (bilhões), um recorde da série (da Receita Federal) desde o ano 2000 para o mês de fevereiro, quem podia esperar isso? E esse valor é 4% acima da inflação, levando-se em conta fevereiro de 2020 – emendou Bolsonaro.


O presidente ainda fez elogios ao ministro da Economia Paulo Guedes que, segundo ele, manipula na hora certa os remédio que mantêm os “sinais vitais” da economia.

*Pleno News

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem