Felipe Neto é intimado após chamar Bolsonaro de ‘genocida’
Caso queira nos ajudar a manter nosso site faça uma doação diretamente, através do PayPal, clique no botão abaixo

Felipe Neto é intimado após chamar Bolsonaro de ‘genocida’




O youtuber Felipe Neto foi intimado pela polícia, nesta segunda-feira (15), a prestar depoimento sobre ter chamado o presidente Jair Bolsonaro de “genocida” – por causa da sua atuação na pandemia. A queixa-crime foi aberta pelo vereador Carlos Bolsonaro, que recorreu à Lei de Segurança Nacional para justificar a denúncia.

Um carro da polícia acaba de vir na minha casa. Trouxeram intimação para que eu compareça e responda por CRIME CONTRA SEGURANÇA NACIONAL porque chamei Jair Bolsonaro de genocida. Carlos Bolsonaro foi no mesmo delegado que me indiciou por “corrupção de menores” – escreveu o influenciador, com a imagem da intimação.


Na mesma queixa-crime, aberta por Carlos no último dia 11, também foi incluída a atriz Bruna Marquezine, a quem o vereador acusou de difamação.

Neto afirmou ainda que a intimação é uma “tentativa de silenciamento”.

– A clara tentativa de silenciamento se dá pela intimidação. Eles querem que eu tenha medo, que eu tema o poder dos governantes. Já disse e repito: um governo deve temer seu povo, NUNCA o contrário. Carlos Bolsonaro, você não me assusta com seu autoritarismo. Não vai me calar – escreveu.

*Pleno News

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem