Segurança responsável por câmeras onde morreu petista é encontrado morto
Caso queira nos ajudar a manter nosso site faça uma doação diretamente, através do PayPal,

Segurança responsável por câmeras onde morreu petista é encontrado morto


Claudinei Coco Esquarcini, segurança e um dos diretores da Associação Recreativa Esportiva Segurança Física de Itaipu (Aresf), em Foz do Iguaçu, Paraná, local do assassinato do tesoureiro do PT Marcelo Arruda, foi encontrado morto neste domingo (17). A informação foi confirmada pela Polícia Civil do Paraná (PCPR).

No obituário, consta a causa mortis como: “violenta – queda de plano elevado”. De acordo com a polícia, trata-se de um provável suicídio. Esquarcini teria se jogado de um viaduto sobre a BR-277, na cidade de Medianeira, a 60 quilômetros de Foz

Segundo a defesa da família de Arruda, Esquarcini teve um papel significativo nos eventos que levaram à morte do petista pelo policial penal federal Jorge José Guaranho. O segurança era responsável pelo sistema de câmeras de segurança da Aresf, bem como o “fornecimento de senhas”.

José Augusto Fabri, outro vigilante, disse em depoimento que acontecia um churrasco em outra associação a 700 metros da festa do petista, a Assemib. Guaranho estava nesse churrasco e teria visto as imagens da festa temática de Arruda pelo celular. Diante dessa informação, a defesa da família do petista alega que Guaranho se dirigiu ao salão da Aresf já ciente do tema da comemoração, com a intenção de fazer provocações.

O policial penal federal, que está internado em estado grave, foi indiciado por homicídio duplamente qualificado por motivo torpe e por causar “perigo comum” (com risco às demais pessoas presentes à festa).

*Pleno News

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem