Bolsonaro cortou a 'teta' das ONGs que financiavam o MST
Caso queira nos ajudar a manter nosso site faça uma doação diretamente, através do PayPal, clique no botão abaixo ou através do PIX EMAIL: pordentrodapolitica2022@gmail.com

Bolsonaro cortou a 'teta' das ONGs que financiavam o MST


O presidente Jair Bolsonaro disse que seu governo colocou fim ao envio de recursos públicos que iam para ONGs que, segundo ele, financiavam o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

A declaração foi feita na segunda-feira (17) em evento do Banco do Brasil (BB) sobre o agronegócio.

Bolsonaro enumerou as ações que foram tomadas para facilitar a vida dos agricultores durante os últimos 3 anos.

“Todos devem se lembrar que tínhamos algumas dificuldades no passado, por exemplo, a atuação o MST. Nós praticamente anulamos as ações do MST tirando dinheiro público que ia para ONGs que financiavam o MST”, afirmou. “Ao longo de três anos, distribuímos mais títulos que 20 anos de governos anteriores. Tiramos, então, a força do MST através do uso daqueles que estavam em uma reforma agrária que nunca saía”, continuou o presidente.


Bolsonaro ainda enalteceu o Congresso, que liberou o “porte estendido” de arma de fogo para o homem do campo. “Levou mais tranquilidade”, defendeu.

Ele também citou a diminuição de multas ambientais e a não demarcação de terras indígenas no Brasil. “Eu via o suplício, a grande preocupação e aquele balde de água gelada logo cedo quando se tinha notícia que nossa terra, terra de vocês, seria demarcada como indígena. Não sabemos quais critérios foram usados”.

“Paramos de ter grandes problemas na questão ambiental. Em especial no tocante a multas. Tem que existir? Tem. Mas conversamos e reduzimos em mais de 80% a multagem no campo”, afirmou.

*Gazeta Brasil

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem