Em prova professora tenta lacrar, aponta Bolsonaro como 'inimigo global', mas se dá muito mal
Caso queira nos ajudar a manter nosso site faça uma doação diretamente, através do PayPal, clique no botão abaixo ou através do PIX EMAIL: pordentrodapolitica2022@gmail.com

Em prova professora tenta lacrar, aponta Bolsonaro como 'inimigo global', mas se dá muito mal



Uma professora de Língua Portuguesa da escola Marechal Deodoro da Fonseca, em Aquidauana (MS), foi denunciada ao Ministério público de Mato Grosso do Sul na última semana. Janete Mianutti teria abordado a pandemia em uma prova atribuindo a responsabilidade das mortes ao presidente Jair Bolsonaro.

“Por que o Brasil é visto como um problema mundial? Quem é o inimigo global número um?” – diz um dos trechos da prova.

Rafael Tavares, coordenador do Movimento Endireita MS e autor da denúncia, aponta que houve uma clara doutrinação por parte da docente.

– Fica claro a intenção da professora em forçar os alunos a culparem o presidente Bolsonaro sobre as mortes de Covid. Ela coloca a narrativa na prova e manipula os alunos a concordar com o texto. Isso é doutrinação clara em sala de aula – disse Rafael.

Por meio de nota, a Secretaria de Educação do estado informou que está ciente do ocorrido e que monitora o caso para a possível abertura de uma sindicância. Caso a denúncia se confirme, poderá ser aberto um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) de afastamento temporário da professora. A Promotoria tem prazo de um mês para se manifestar sobre a denúncia.

*Pleno News

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem