Folha faz texto preconceituoso e desrespeitoso contra Marília Mendonça e revolta até assinantes
Caso queira nos ajudar a manter nosso site faça uma doação diretamente, através do PayPal, clique no botão abaixo ou através do PIX EMAIL: pordentrodapolitica2022@gmail.com

Folha faz texto preconceituoso e desrespeitoso contra Marília Mendonça e revolta até assinantes



Gustavo Alonso, colunista do jornal Folha de S. Paulo revoltou internautas neste sábado (6), ao publicar uma ‘análise’ sobre a carreira da cantora Marília Mendonça, que morreu na queda de um avião em uma cachoeira na Serra da Catinga, no interior de Minas Gerais. No texto publicado pelo veículo, diz que a ‘Rainha da Sofrência’ ‘nunca foi uma excelente cantora’.

Eis um trecho do texto publicado pelo jornalista Gustavo Alonso:

A morte no auge aumenta a dor dos fãs. Diferentemente de Gabriel Diniz, morto em 2019, a carreira de Mendonça tinha bem mais que um grande sucesso. E, ao contrário de Cristiano Araújo, morto em trágico acidente automobilístico em 2015, a trajetória de Mendonça não estava mais em ascensão. Ela já havia atingido o topo. Mendonça era a rainha da música brasileira, a rainha da sofrência (…)

(…)Nunca foi uma excelente cantora. Seu visual também não era dos mais atraentes para o mercado da música sertaneja, então habituado com pouquíssimas mulheres de sucesso –Paula Fernandes, Cecília (da dupla com Rodolfo), Roberta Miranda, Irmãs Galvão, Inhana (da dupla com Cascatinha).

Marília Mendonça era gordinha e brigava com a balança. Mais recentemente, durante a quarentena, vinha fazendo um regime radical que tinha surpreendido a muitos. Ela se tornava também bela para o mercado. Mas definitivamente não foi isso que o Brasil viu nela.


Veja a reação dos internautas:

“Insensível, machista, gordofóbico e não entende m nenhuma ao dizer q Marília nunca foi uma excelente cantora. Q lixo de matéria é essa?”

“É UMA VERGONHA ESSA COLUNA! É isso que dá colocar esse bando de arrombado pra falar sobre uma artista mulher. Esse bando de colunista formado em rede social que se acham donos da palavra pq escutam meia dúzia de disco velho. Odeio vocês e odeio esse jornal.”

“Como nunca foi uma excelente cantora? Marília cantava genuinamente bem, era SIM excelente. Eu não acredito que tiveram a capacidade de escrever um texto tão infeliz como esse.”

“Os comentários sobre o físico da Marília compreendo, ainda que os ache desnecessários. Mas “nunca foi uma excelente cantora…” Isso é algo que se escreva em um momento desses? Insensível é pouco”

“Vergonhoso e insensível! Pra não usar outras palavras, pois a responsabilidade jurídica me impede”.




*Gazeta Brasil  

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem