Agora vai ? Pacheco dá ultimato a Davi Alcolumbre sobre sabatina de Mendonça
Caso queira nos ajudar a manter nosso site faça uma doação diretamente, através do PayPal, clique no botão abaixo ou através do PIX EMAIL: pordentrodapolitica2022@gmail.com

Agora vai ? Pacheco dá ultimato a Davi Alcolumbre sobre sabatina de Mendonça


O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), anunciou no plenário da Casa, nesta quarta-feira (3), que será realizado um “esforço” concentrado para pautar e votar as indicações de autoridades feitas pelo governo federal ao longo de 2021.

O “recado” atinge em cheio o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e responsável por marcar a sabatina de André Mendonça. O ex-advogado-geral da União foi indicado pelo presidente Jair Bolsonaro a assumir uma vaga no Supremo Tribunal Federal. Alcolumbre vem “segurando” a sabatina há mais de três meses.

– Eu solicito aos senhores senadores que possam estar presentes em Brasília e no Senado Federal para as votações individuais e secretas, portanto é importante a presença física. 

E, ao mesmo tempo, peço o envidamento de esforços aos presidentes das comissões para que possam, no âmbito desse esforço concentrado, fazerem as sabatinas restantes de todas as indicações, de modo que o Senado possa chegar ao final do ano se desincumbindo do seu dever de apreciação de todos os anos submetidos ao seu crivo pelo Poder Executivo – discursou Pacheco.

O período de votações proposto por Pacheco será entre os dias 30 de novembro e 1º e 2 de dezembro. O presidente da Casa disse que nestes dias deverão ser pautados indicações que ainda estão pendentes, como a de Mendonça.

– O esforço concentrado no Senado Federal é importante para que haja apreciação dos nomes indicados para sabatinas de agências reguladoras, embaixadas, conselhos e tribunais superiores. O primeiro passo é a definição da data – indicou.

Com isso, Alcolumbre fica ainda mais isolado e pressionado a pautar a votação que deve alçar André Mendonça ao STF.

Davi Alcolumbre ainda não se manifestou oficialmente sobre o anúncio de Pacheco.

*Pleno News

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem