‘Toda vez que a imprensa marcar uma data para a sabatina de Mendonça, eu vou jogar um mês pra frente’
Caso queira nos ajudar a manter nosso site faça uma doação diretamente, através do PayPal, clique no botão abaixo

‘Toda vez que a imprensa marcar uma data para a sabatina de Mendonça, eu vou jogar um mês pra frente’



O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) recebeu o apoio de alguns deputados e senadores do MDB, para não marcar a data da sabatina do ex-advogado-geral da União André Mendonça, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), ao Supremo Tribunal Federal (STF).

‘Toda vez que a imprensa marcar uma data para a sabatina de Andre Mendonça, eu vou jogar um mês pra frente’, disse Alcolumbre, de acordo com a CNN Brasil.

Segundo o jornal, Alcolumbre e uma ala expressiva de senadores entendem que André Mendonça não é o ideal para o STF.

Em reunião entre Alcolumbre e os membros do MDB também foi dito que não decidir, ou seja, não marcar uma data para a sabatina “é também decidir” e que “não decidir é não ajudar”.

Esse grupo trabalha pela adoção de um outro caminho para o Supremo Tribunal Federal: Augusto Aras, o Procurador-Geral da República (PGR).

Fonte: Pleno News

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem