Paulo Guedes desmente mais uma Fake News de que ele pediu demissão
Caso queira nos ajudar a manter nosso site faça uma doação diretamente, através do PayPal, clique no botão abaixo ou através do PIX EMAIL: pordentrodapolitica2022@gmail.com

Paulo Guedes desmente mais uma Fake News de que ele pediu demissão


O ministro da Economia Paulo Guedes negou nesta sexta-feira (22) que tenha pedido demissão do comando do Ministério. 

Em meia a um impasse causado pela crise do teto de gastos, Guedes pôs fim a boatos de que ele teria se demitido por não concordar com o Auxílio Brasil no valor de R$ 400 – quantia que os especialistas apontam que irá furar o teto de gastos do país.

Em nenhum momento, eu pedi demissão. E nem o presidente [Jair Bolsonaro] me pediu isso. Trabalho para um presidente democraticamente eleito, bem intencionado. 

Estou errado em não pedir demissão porque vão gastar R$ 30 bilhões a mais? Estou fazendo o que de errado? Peço compreensão. Vamos trabalhar até o fim do governo – disse o ministro ao portal Metrópoles.

O imbróglio envolvendo a permanência de Guedes no governo surgiu após o anúncio do Auxílio Brasil no valor de R$ 400.

Longe de ser consenso dentro da pasta, o anúncio do benefício no valor de R$ 400 resultou no pedido de demissão de pelo menos quatro secretários do ministério da Economia; entre eles, Bruno Funchal, secretário especial do Tesouro Nacional e Orçamento.

*Pleno News

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem