Para inocentar Lula, Haddad joga o fracasso da era PT no colo de Dilma e diz que partido não é de esquerda
Caso queira nos ajudar a manter nosso site faça uma doação diretamente, através do PayPal, clique no botão abaixo

Para inocentar Lula, Haddad joga o fracasso da era PT no colo de Dilma e diz que partido não é de esquerda


Em jantar com empresários, altos executivos e banqueiros nesta quarta-feira (13), o ex-presidenciavel derrotado em 2018, Fernando Haddad, afirmou que o PT não é um partido de esquerda, mas de centro-esquerda.

O encontro foi promovido em São Paulo (SP) pela Esfera Brasil. As informações são do jornal O Globo.

Diante de cerca de 20 convidados, Haddad deu alguns recados, boa parte deles com o objetivo de tranquilizar a elite empresarial se Lula vencer a eleição em 2022.

Além de afirmar que o PT é de centro-esquerda, Haddad colocou o fracasso econômico da era PT no colo de Dilma, fazendo questão de defender os anos de Lula na economia. Que a grande “vingança de de Lula será fazer o Brasil crescer novamente”.

Haddad também afirmou, segundo o jornal, que “Houve corrupção na Petrobras no governo Lula, mas eram ações de diretores da empresa, sem o conhecimento de Lula”.

Ele ainda “posicionou-se contra a autonomia do Banco Central (BC)”

Entre os presentes, estavam Luis Henrique Guimarães, CEO da Raízen; Jan Jereissati, CEO da Ambev; José Olympio Pereira, presidente do Credit Suiss; Florian Bartunek, gestor do fundo Constellation; Ricardo Saad, da Band; e Washington Cinel, que representou a ala bolsonarista do empresariado.

*Gazeta Brasil

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem