Alexandre de Moraes ignora apelos da defesa e determina que Roberto Jefferson volte a prisão
Caso queira nos ajudar a manter nosso site faça uma doação diretamente, através do PayPal, clique no botão abaixo

Alexandre de Moraes ignora apelos da defesa e determina que Roberto Jefferson volte a prisão



Apesar dos apelos da defesa, o ministro Alexandre de Mores, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu nesta quarta-feira (13) que irá manter a prisão do presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson. O ex-deputado é investigado por supostamente integrar uma organização criminosa na internet para atacar a democracia.

Jefferson cumpre prisão preventiva há dois meses. Em 4 de setembro, ele foi internado sob custódia no Hospital Samaritano Barra, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, onde foi submetido a um cateterismo.

Na última segunda-feira (11), após o Samaritano informar à Justiça e à Polícia Federal que Jefferson já estava de alta, a defesa do político entrou com um pedido de prisão domiciliar para seu cliente. 

Na petição, os advogados afirmaram que o ex-parlamentar corre “grave risco” de morte se deixar o hospital e retornar para a cadeia.

Moraes não acatou o pedido, e determinou que Jefferson retorne para o presídio de Bangu 8. Para o ministro, a manutenção da prisão preventiva se faz “imprescindível à ordem pública” – disse Moraes ainda no fim de agosto, quando havia negado outro habeas corpus a Jefferson.

*Pleno News

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem