Em áudio, Alcolumbre promete mesada a suposta ‘amante’ do chefe do TRE-AP, (OUÇA)
Caso queira nos ajudar a manter nosso site faça uma doação diretamente, através do PayPal, clique no botão abaixo

Em áudio, Alcolumbre promete mesada a suposta ‘amante’ do chefe do TRE-AP, (OUÇA)



Áudios obtidos pela revista Veja revelam que o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) trocou favores com o desembargador Gilberto Pinheiro, do Tribunal de Justiça do Amapá (TJ-AP).

Em publicação na manhã desta sexta-feira (8), o veículo informa que o senador pagou mesada para Tatielle Pereira de Castro, ex-funcionária do TJ-AP, a pedido do desembargador. Em troca, a esposa do senador foi nomeada para cargo no tribunal.

Tatielle Pereira de Castro era funcionária do TJ-AP até que surgiram rumores sobre um suposto relacionamento entre ela e o desembargador. Em consequência, Tatielle foi exonerada do cargo que ocupava.

Além de uma mesada, a ex-funcionária teria ganhado um carro, conforme trecho da conversa, gravada pela própria Tatielle.

– Você compraria um carro pra mim? – perguntou Tatielle.

– Claro, meu amor! – respondeu Alcolumbre.

Em meio à negociação da mesada, Alcolumbre cita que o valor seria correspondente ao que sua esposa, Liana Gonçalves de Andrade, iria receber como funcionária do mesmo TJ-AP.

O compromisso firmado foi de que o atual presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), do Senado iria pagar a mesada durante dois anos, e com direito a férias e décimo terceiro, porém de maneira informal.

– A Liana vai ganhar R$ 8 mil, só que vai descontar 27,5%. Aí, quando tu coloca (sic) na máquina, dá R$ 6 mil, quando tu desconta (sic), é o que tu recebe (sic) – disse o senador, ao explicar os cálculos para Tatielle.
br />
Atualmente, Gilberto Pinheiro é presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amapá. De acordo com a Veja, recentemente ele deu um voto decisivo a favor de uma ação movida pelo senador contra a rejeição das contas do diretório estadual do DEM.

O desembargador não se manifestou sobre o assunto. Tatielle afirmou à revista que não se lembrava de ter conversado com Davi Alcolumbre, embora ela mesma tenha gravado, e negou ter recebido dinheiro dele.

Alcolumbre, por sua vez, divulgou nota, por meio de sua assessoria, de que “nunca houve relação com Tatielle Pereira Castro”.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem