TSE congela pagamento da Gettr a perfis de apoio a Bolsonaro
Caso queira nos ajudar a manter nosso site faça uma doação diretamente, através do PayPal, clique no botão abaixo

TSE congela pagamento da Gettr a perfis de apoio a Bolsonaro



O corregedor-geral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luis Felipe Salomão, mandou suspender o pagamento da rede social conservadora Gettr a perfis que “publicam ameaças à democracia brasileira e são investigados em inquérito que tramita no TSE”, entre eles os de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), informou o tribunal em comunicado.

O comunicado do TSE não lista todos os afetados pela determinação, mas traz os nomes dos jornalistas Allan dos Santos e Oswaldo Eustáquio, “que já foram alvo de operações anteriores” e que formam a base de apoio a Jair Bolsonaro.

Salomão também proibiu a Gettr de usar algoritmos para indicar ou promover outros canais e vídeos que façam ataques ao sistema eleitoral brasileiro ou que questionem a segurança do processo eleitoral.

– Tal proibição não englobará pesquisa ativa de usuários em busca por conteúdo específico com utilização de palavras-chaves – disse o ministro.

Ainda em agosto, o corregedor-geral foi responsável por suspender os pagamentos realizados pelas plataformas YouTube, Twitch.TV, Twitter, Instagram e Facebook a perfis e canais que supostamente propagavam fake news sobre as eleições no Brasil.

Na ocasião, Salomão considerou que os alvos da ação não disseminavam “críticas legítimas” e nem sugeriam melhorias ao processo eleitoral, mas divulgavam notícias falsas que já foram desmentidas “inclusive pela própria Polícia Federal”.

*Pleno News

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem