Após ouvir verdades, Omar Aziz xinga Rosário na CPI e áudio vaza: “Petulante para c******” (Veja o Vídeo)
Caso queira nos ajudar a manter nosso site faça uma doação diretamente, através do PayPal, clique no botão abaixo

Após ouvir verdades, Omar Aziz xinga Rosário na CPI e áudio vaza: “Petulante para c******” (Veja o Vídeo)


Em sessão da CPI da Covid-19 nesta terça-feira (21), o presidente da comissão, Omar Aziz (PSD), xingou o depoente, ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário. Em áudio do microfone vazado, pode-se ouvir o parlamentar chamar o ministro de “petulante para c******”.

A declaração de Aziz ocorreu após fala atravessada de Rosário sobre quando a CGU teria tomado conhecimento do envolvimento da Precisa Medicamentos nas supostas irregularidades da compra da vacina Covaxin.

Ao ser questionado sobre o início das investigações ter sido em setembro de 2020, mas as informações terem chegado à CGU em junho deste ano, Rosário ironizou:

– Não sei se o senhor já participou de alguma investigação. Você não passa um scanner na hora da busca e apreensão e sai os dados, não. Tem que ter análise, tem que levar tempo – declarou o CGU a Aziz.

Neste momento, o senador Otto Alencar (PSD) dispara o comentário: “Muito petulante, né presidente?”. E, em seguida, ouve a confirmação de Aziz: “Petulante para ca*****”.

Logo depois, o parlamentar Rogério Carvalho (PT) corrobora com as palavras dos colegas parlamentares:

– Se a petulância do depoente for do tamanho da competência, nós estamos muito bem servidos.


1 Comentários

  1. Deixo aqui os meus Parabéns ao nosso Ministro "WAGNER ROSÁRIO", pelo seu "IMPORTANTE e CORAJOSO", depoimento, feito neste dia na Seção da "CPI", do Covidão. Deu uma verdadeira "AULA", de conhecimento do trabalho feito a frente do seu "MINISTÉRIO", ao dizer por exemplo que "SUPER FATURAMENTO" só acontece quando a "COMPRA e REALIZADA" e que depois das "INVESTIGAÇÕES", feitos pelos membros da "CGU" ficou constado, que o governo não "GASTOU", um centavo se quer, na compra da citada "VACINA" e por isto "NUNCA" houve o tão "DECANTADO", ato por parte do "GOVERNO". Tentaram intimida-lo de todas as maneiras, a falar mal do presidente "BOLSONARO", mas como ele não falou o que eles queriam "OUVIR", "APELARAM" ao ofender a sua "HONESTIDADE" e ele foi obrigado a se "DEFENDER" e ai como sempre "ACONTECE", quando encontram um depoente de "PESO", enceraram a Seção!

    ResponderExcluir
Postagem Anterior Próxima Postagem