TSE pede para STF investigar Bolsonaro após críticas às urnas
Caso queira nos ajudar a manter nosso site faça uma doação diretamente, através do PayPal, clique no botão abaixo

TSE pede para STF investigar Bolsonaro após críticas às urnas


Nesta segunda-feira (2), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou, por unanimidade, a abertura de um inquérito administrativo sobre ataques à legitimidade das eleições.

O plenário do TSE também aprovou, com votação unânime, um pedido ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que o presidente Jair Bolsonaro seja investigado no inquérito das fake news.

O pedido de apuração contra Bolsonaro é baseado nas críticas feitas pelo presidente da República às urnas eletrônicas e ao sistema eleitoral.

O ministro do STF e também presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, fez um pronunciamento na noite desta segunda-feira. Ele se manifestou contra o voto impresso auditável.

De acordo com ele, ameaçar a realização de eleições é uma “conduta antidemocrática”.

– A ameaça à realização de eleições é uma conduta antidemocrática. Conspurcar o debate público com desinformação, mentiras, ódio e teorias conspiratórias é conduta antidemocrática – destacou Barroso, logo no início da transmissão.

Barroso apresentou ao STF uma notícia-crime, solicitando a apuração de uma “possível conduta criminosa” de Bolsonaro durante o pronunciamento feito pelo chefe do Executivo na última quinta-feira (29), em live transmitida pela TV Brasil.

*Pleno News

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem