Mídia perde tempo com a coxa de Lula e detalhe gravíssimo passa despercebido
Caso queira nos ajudar a manter nosso site faça uma doação diretamente, através do PayPal, clique no botão abaixo

Mídia perde tempo com a coxa de Lula e detalhe gravíssimo passa despercebido



"Saiba como ter as coxas de Lula"; "Lula faz sucesso de sunga". Manchetes desse tipo estamparam matérias dos mais diferentes veículos de comunicação. Isso porque uma foto do ex-presidente com sua namorada, Rosângela da Silva, na praia de Picos, a 200 km de Fortaleza, viralizou na web e as pessoas passaram a elogiar a boa forma do petista, aos 75 anos.

Uma tristeza para o bom jornalismo, já que pouco se falou que ele - recebido com todas as honras pelo governador do Ceará, Camilo Santana (PT) - ficou sob a proteção de mais de 20 policiais que cercaram uma faixa de 500 metros da praia no último sábado (28). Um vídeo mostra turistas e moradores sendo impedidos de entrar no local - mesmo cenário da foto dele de sunga com a namorada.

Apesar das imagens, a assessoria de imprensa de Camilo Santana negou o ocorrido. "Não procede a informação de que a praia de Picos, em Icapuí, tenha sido fechada para moradores e turistas. O que existe nas praias do Ceará é a fiscalização para evitar o tráfego de veículos em faixas de areia, como forma de preservar a integridade dos banhistas, conforme prevê a legislação".

Contrassenso

Na última semana, o ex-presidente Lula viajou pelo nordeste a fim de fazer suas articulações políticas em prol das eleições do ano que vem.

Nesse período, além de declarar que sua prioridade, caso seja eleito, é "regular a mídia", censurar em tradução verdadeira, ele também mostrou e comprovou com essa atitude que realmente acha que tem mais direito que os outros só porque ocupou um determinado cargo político. É no mínimo hipócrita que políticos como ele critiquem privilégios, considerando sua atitude.

Mas, a mídia preferiu ignorar isso e falar sobre suas coxas...

Por isso, precisamos refletir sobre o pensamento de alguns políticos que acham que "o direito deles é maior que o nosso".

Tenho certeza que você, assim como eu, fica extremamente chateado quando alguém passa na sua frente em alguma fila só porque se acha melhor. É claro que se tal pessoa se enquadra na lei (se é idosa, se está grávida etc.), ok! Mas, quando pensa que tem direito de furar fila porque tem algum poder ou cargo é de causar revolta.

Não dá para engolir esse tipo de mordomia estatal enquanto a população faz uma série de sacrifícios para conseguir sobreviver à crise econômica causada pela pandemia.

Além disso, precisamos lembrar que estamos falando de um político que usa o populismo como arma de persuasão e que enfrenta uma série de processos na Justiça. Mais uma vez, um ataque à inteligência do cidadão de bem.

Então, fica a pergunta: Cadê o jornalismo crítico e investigativo em relação aos privilégios de políticos?

Estamos de olho.

Fonte: Portal R7

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem