Bolsonaro detona Barroso, "semideus? Intocável?”
Caso queira nos ajudar a manter nosso site faça uma doação diretamente, através do PayPal, clique no botão abaixo

Bolsonaro detona Barroso, "semideus? Intocável?”



Em entrevista à rádio ABC de Novo Hamburgo (RS) na manhã desta segunda-feira (02), o presidente Jair Bolsonaro criticou o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso.

Bolsonaro disse também que “não poderia admitir que o mesmo ministro que ajudou a tornar Lula elegível, participe da contagem de votos”.

“Sem eleições limpas e democráticas, não tem eleições de verdade. Tem uma farsa. Tem algo que pode se chamar de tudo, não de eleições. 

O Barroso deveria estar do lado do povo brasileiro. Quem ele pensa que é para dizer que a vontade dele vale para o Brasil? Ele é o dono da verdade? Quem o senhor Barroso pensa que é?”, declarou o presidente.

“Ele tem que baixar a crista dele um pouquinho e se adequar à realidade”, prosseguiu o presidente.

Bolsonaro também voltou a criticar Barroso por ter interferido nos trabalhos da comissão especial da PEC do voto impresso auditável. “Ninguém tá falando que não quer eleição.

 Mas queremos eleições limpas. O que não podemos admitir que o ministro Barroso participe da soltura do Lula; depois, participe também de uma forma de torná-lo elegível e ele mesmo é que vai contar, secretamente, os votos em uma sala no TSE”, afirmou.

“Todo processo administrativo deve ser público e a contagem dos votos ser faz necessária. E nós estamos oferecendo ao Brasil a possibilidade de que cada um eleitor tenha a certeza de que o voto a quem ele der, será contado”, continuou.

“O pessoal me cobra prova de fraudes. Olha, os indícios levam à prova”, disse Bolsonaro. “Não haverá eleições democráticas. Qualquer um quer eleições limpas”, concluiu.

*Gazeta Brasil

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem