Atrás das grades, Jefferson escreve nova carta, mira Moraes e conta detalhes do "desprezo pessoal" entre eles (leia a carta)
Caso queira nos ajudar a manter nosso site faça uma doação diretamente, através do PayPal, clique no botão abaixo

Atrás das grades, Jefferson escreve nova carta, mira Moraes e conta detalhes do "desprezo pessoal" entre eles (leia a carta)


Na noite deste domingo (29), o ex-deputado federal Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB, divulgou uma carta, em que diz que não aceitará a eventual concessão, pelo Supremo Tribunal Federal (STF), de uma prisão domiciliar com a utilização de tornozeleira eletrônica. A mensagem foi publicada em carta divulgada por sua filha, a também ex-deputada Cristiane Brasil, no Twitter.

Na semana passada, a Procuradoria-Geral da República (PGR) encaminhou uma manifestação ao STF defendendo a ida de Roberto Jefferson para prisão domiciliar. Segundo o documento, a PGR solicita também para que o ministro Edson Fachin não seja mais o relator do habeas corpus do ex-deputado no Supremo.

Veja o trecho da carta publicada pela filha de Roberto Jefferson:

“Recebi, nesse momento, a Folha de ontem com o parecer da Procuradora Lindôra. É no sentido de que eu vá para casa, por razões de saúde pessoal, cumprir prisão domiciliar com tornozeleira. Agradeço, mas não aceito. É mais uma afronta à minha honra.

Preso por crime de opinião, numa decisão indecorosa e arbitrária tomada por um ministro suspeito, pois litigante pessoal contra mim, que está requerendo execução antecipara da sentença condenatória de cem mil reais, por alegados danos morais, que repilo.

Não aceito a coleira de tornozelo. Vejo o Zé Dirceu e o Lula, condenados por grave corrupção em todas as instâncias, no mérito, flanando pelo Brasil, ameaçando as Igrejas, defendendo a tomada do poder pela força e armando coletivos vermelhos, como na Venezuela, para violentar o povo cristão e patriota. 

Pior: ameaçando derrubar, pela força, o governo honesto do Presidente Bolsonaro. E para mim, como para outros conservadores, prisão domiciliar com tornozeleira, transformando meu lar num canil. NÃO ACEITO. É desonra. Não me fará outra humilhação e afronta a abominável e lombrosiana figura do Alexandre de Moraes. Fico onde estou.

Profetizo que o povo cristão patriota, antes que seja tarde demais, com seu RUGIDO DE LIBERDADE, em 7 de setembro, nos livrará desses URUBUS que pousaram, com mau agouro, nas costas do Brasil.

Creio em Deus, um Supremo renovado nos libertará da tirania atual.

Nossa Força e Vitória é Jesus,

Com amor,

Roberto Jefferson”

*Gazeta Brasil

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem