Após comissão vetar voto auditável Deputado ofende Bolsonaro
Caso queira nos ajudar a manter nosso site faça uma doação diretamente, através do PayPal, clique no botão abaixo

Após comissão vetar voto auditável Deputado ofende Bolsonaro


Conhecido apoiador dos governos petistas ao longo dos 14 anos em que o partido de esquerda esteve no poder, o presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força (SP), usou de linguagem chula para ofender o presidente Jair Bolsonaro, após a PEC do voto impresso auditável ser reprovada, na quinta-feira (5), pela comissão especial da Câmara que analisa o assunto.

No grupo de trabalho dos integrantes da comissão no WhatsApp, Paulinho escreveu, às 20h55, a mensagem: “Chupa, Bolsonaro”. O texto foi enviado pouco tempo depois de os deputados reprovarem, por 23 votos a 11, o parecer do deputado Filipe Barros (PSL-PR).

Minutos depois da publicação, a mensagem foi criticada por outros parlamentares que estavam no grupo, alguns mais alinhados ao governo. A deputada Paula Belmonte (Cidadania-DF), por exemplo, escreveu às 20h59: “Chupa o quê? Sinceramente, vamos manter a compostura!”.




Além disso, após a mensagem de Paulinho, um print da tela mostrou que alguns contatos que estavam no grupo de WhatsApp decidiram abandoná-lo, entre eles o deputado federal Geninho Zuliani (DEM-SP). 

Um outro número, com o código do Distrito Federal, também deixou o grupo, mas não foi identificado se trata-se de um político ou de algum assessor parlamentar.

*Pleno News

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem