Roberto Jefferson diz que Bolsonaro repete caminho de Collor ao nomear Ciro Nogueira e fala em possível traição.
Caso queira nos ajudar a manter nosso site faça uma doação diretamente, através do PayPal, clique no botão abaixo

Roberto Jefferson diz que Bolsonaro repete caminho de Collor ao nomear Ciro Nogueira e fala em possível traição.



Em entrevista ao ‘O Estadão’, o presidente do PTB e delator do Mensalão, Roberto Jefferson, criticou a escolha do senador, Ciro Nogueira, que é um dos líderes do Centrão, para o Ministério da Casa Civil do Governo Jair Bolsonaro.

Jefferson afirmou que Nogueira pode trair o presidente e lembrou que Ciro apoiava o PT. “Tem o general de confiança [Luiz Eduardo Ramos]. Vai botar um civil? E um civil que o tempo todo, nos últimos 20 anos, apoiou o PT lá no Piauí. Serviu demais do lado de lá, não gostaria de ter ao meu lado”, afirmou.

O presidente do PTB, que foi líder da tropa de choque do ex-presidente Fernando Collor na Câmara, disse que há semelhanças entre aquele período e o atual.

Em 1992, para tentar evitar o impeachment, Collor recriou a Secretaria de Governo para abrigar Jorge Bornhausen, do PFL. A estratégia não funcionou.

“Quando o presidente (Collor) abriu os olhos, toda a liderança junto ao Congresso Nacional era do Bornhausen. Não era dele. Bornhausen não foi um homem correto para o Collor e eu temo que o Ciro possa não ser correto com o presidente Bolsonaro”, disse Jefferson.

*Gazeta Brasil

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem