Bolsonaro exige respeito à separação de poderes, contesta Moraes e Barroso e ‘detona’ a Folha, (Veja o Vídeo)
Caso queira nos ajudar a manter nosso site faça uma doação diretamente, através do PayPal, clique no botão abaixo

Bolsonaro exige respeito à separação de poderes, contesta Moraes e Barroso e ‘detona’ a Folha, (Veja o Vídeo)



Em sua saída do Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, neste domingo (18), o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, falou durante uma coletiva sobre vários assuntos, incluindo sobre a separação dos poderes e o respeito à Constituição. O chefe Executivo não perdeu a oportunidade e falou sobre a liberdade de expressão e lembrou que sempre é atacado pelo jornal ‘Folha de S.Paulo’.

“Eu respeito integralmente a Constituição. Vou falar uma coisa importante pra vocês. Tem gente sendo processada porque levantou faixinha do art. 142, é isso? É ou não é? É! Eu respeito o art. 1º da Constituição, respeito o art. 2º da Constituição, o décimo, o centésimo, e respeito o 142 também. Isso é crime? Eu jurei respeitar a Constituição. E estou respeitando isso aí. Algumas outras autoridades no Brasil não respeitam. A Constituição é ele, vale o que ele interpreta”, afirmou o presidente.

Bolsonaro também fez duras críticas contra os supostos “atos antidemocráticos”, usou o espaço para ‘detonar’ a extrema imprensa que o ataca e os governadores de estado que interferem no direito de ir e vir, com as medidas restritivas durante a pandemia.

“Não dá para a gente conviver num país dito democrático com pessoas sendo presas e processadas por fake news e ‘atos antidemocráticos’. Por falar em fake news, cadê a Folha de São Paulo? É uma máquina de fake news. 

Ou tem democracia, e democracia se entende liberdade de expressão, direito de ir e vir. O artigo quinto da Constituição, meu Deus do céu! Estão lá as cláusulas pétreas. Nem o parlamento pode modificar nem um inciso do art. 5º da constituição. Entre os direitos, está o de ir e vir. Olhe o que alguns governadores fizeram: toque de recolher, lock***. Tiraram o emprego de milhões de pessoas.

 Fecharam igrejas. O que é uma igreja? É um refúgio! A pessoa está apavorada, quer fazer uma besteira, procura um padre, procura um pastor, recebe uma palavra de conforto, redireciona a sua vida. Fecharam isso tudo, a troco de quê?”, disse Bolsonaro.



Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem