Para desespero da esquerda e mídia, Exército decide não punir Pazuello por ir a manifestação com Bolsonaro
Caso queira nos ajudar a manter nosso site faça uma doação diretamente, através do PayPal, clique no botão abaixo ou através do PIX EMAIL: pordentrodapolitica2022@gmail.com

Para desespero da esquerda e mídia, Exército decide não punir Pazuello por ir a manifestação com Bolsonaro



O Exército informou que não vai punir o ex-ministro da Saúde e general da ativa, Eduardo Pazuello, pela participação em um ato ao lado do presidente Jair Bolsonaro em 23.mai.2021. 

Na ocasião, o oficial subiu em um carro de som com o chefe do Planalto e outros aliados depois de um passeio de moto no Rio de Janeiro (RJ).


De acordo com nota à imprensa, o comandante do Exército, Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, analisou e “acolheu” os argumentos que Pazuello apresentou por escrito e defendeu oralmente no processo disciplinar.

Leia a íntegra da nota do Exército:

“Acerca da participação do General de Divisão EDUARDO PAZUELLO em evento realizado na Cidade do Rio de Janeiro, no dia 23 de maio de 2021, o Centro de Comunicação Social do Exército informa que o Comandante do Exército analisou e acolheu os argumentos apresentados por escrito e sustentados oralmente pelo referido oficial-general.

Desta forma, não restou caracterizada a prática de transgressão disciplinar por parte do General PAZUELLO.

Em consequência, arquivou-se o procedimento administrativo que havia sido instaurado.

Brasília-DF, 3 de junho de 2021

CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DO EXÉRCITO“

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem